Alpha Protocol - PC

POR: R$ 59,90
ou em 3x deR$ 19,97sem juros ou com (5%) no boleto por R$ 56,91 à vista

PARCELAMENTO

  • 1 x de R$ 59,90sem juros
  • 2 x de R$ 29,95sem juros
  • 3 x de R$ 19,97sem juros

OBS:Todos os preços e condições deste site são válidos apenas para compras online no site www.megamidia.net e não se aplicam para nossa rede de lojas físicas Megamídia Informática. saiba mai

Veja Também:

              ALPHA PROTOCOL (PC)

           Classificação etária: 18 anos

Alpha Protocol é o primeiro jogo totalmente inédito da Obsidian, empresa famosa até então por trabalhar em continuações de séries famosas como "Star Wars: Knights of the Old Republic" e "Neverwinter Nights". Foi um passo ousado até mesmo porque o novo game é um RPG de espionagem passado em dias atuais, distante das tramas medievais ou de ficção científica tão comuns no gênero. Uma mistura excêntrica entre RPG e tiros e pela implementação de narrativa dinâmica, correspondente a todas as suas escolhas ao longo das missões.

O jogo começa com tensão lá no alto, depois que um vôo comercial é destruído por um grupo terrorista. O
agente Michael Thornton é então recrutado pela
agência secreta que dá nome ao game para viajar
até a Arábia Saudita em busca de pistas, em ramificações que acabam levando-o para outros cantos do mundo, como Taiwan, Itália e Rússia. A narrativa é um grande diferencial deste game. O
melhor é que realmente o game é afetado pelo
comportamento de Thornton, que em diálogos geralmente pode patinar entre respostas sedutoras,
grosseiras ou sóbrias. Cada coadjuvante reage de uma maneira diferente a tais comportamentos e é capa
z de alterar drasticamente determinados trechos da história. Este é o grande trunfo do título.

Recriando a sua face o personagem só ficará careca se assim o jogador desejar. É possível alterar o rosto do protagonista com inúmeros formatos de barba, cabelo, chapéus, óculos escuros, expressões e alguns outros detalhes A sua escolha, aliás, é palavra-chave na aventura. Ao contrário da maioria de
jogos (que valoriza mais o desenvolvimento do final da história do que da própria partida), Alpha Protocol
levará em conta todas as suas decisões tomadas ao longo do game, desde as respostas dadas aos demais personagens até a decisão de matar ou não
um soldado inimigo. Isso é um enorme desafio para a equipe de desenvolvimento, mas o resultado tem tudo para ser excelente. Na maioria das vezes, o sistema de d
ecisão recorre ao uso de um botão específico, orrespondente a uma ação, como aceitar ou não uma proposta ou ainda derrubar o inimigo ou apunhalá-lo pelas costas.

Aplicando o sistema de RPG mas com tanta ação na tela, como é que Alpha Protocol pode ser considerado como um RPG? A resposta reside no impacto que o melhoramento das habilidades do personagem tem sobre o seu desempenho durante as missões. O exemplo primordial é a mira. No início ela é muito ampla, praticamente impedindo disparos precisos e exigindo muito tempo de concentração para que um disparo crítico seja realizado. Na medida em que você deposita pontos de experiência em diversos setores de habilidade, essa mira vai se estreitando, chegando ao tamanho mínimo e com o máximo de precisão. Isso vale para os golpes com a mão livre, resistência, capacidade de deslocamento silencioso, velocidade, habilidade com escopetas e muitos outros elementos constitutivos do herói, o que é exatamente a essência de um RPG, ao lado da progressão pela história e busca de equipamentos diferenciados.
A boa notícia é que o jogo também apresentará um
bom equilíbrio entre “hardcore” e casual. Aqueles que não pretendem se focar m
uito em status podem partir direto para a ação, apenas equipando o que vem de melhor pelo caminho. Já os fissurados podem mergulhar nas telas de personalização e ajustar o equipamento até o limite, para o máximo de
desempenho. Tudo vai da preferência do jogador.

Armas para todos os gostos E se o assunto são equipamentos e armas, Alpha Protocol fará bonito, ao menos no que tange a diversidade de escolhas. Os jogadores serão agraciados não somente com inúmeras armas (de granadas e pistolas a rifles
e explosivos), mas também com cartuchos especiais dentro de cada família de arma e acessórios específicos - pense em algo como lunetas,
empunhaduras e silenciadores. Cada u
ma dessas combinações resultará em efeitos únicos. Alguns considerados passivos agem sem a necessidade de ativação - o que é o caso de balas de fogo e itens que aumentam a sua resistência em meio às lutas -enquanto algumas outras características podem ser requisitadas de tempos em tempos, como os pulsos eletromagnéticos. Opções para todos os gostos
Os jogadores terão em mãos um grande jogo, com valor praticamente interminável, sendo levadas em consideração as inúmeras escolhas que podem ser feitas pelo caminho (e suas respectivas consequências, que alteram a história).