TCG - LERION BOOSTER 1ª EDIÇÃO

POR: R$ 1,00
ou em 1x deR$ 1,00sem juros ou com (5%) no boleto por R$ 0,95 à vista

OBS:Todos os preços e condições deste site são válidos apenas para compras online no site www.megamidia.net e não se aplicam para nossa rede de lojas físicas Megamídia Informática. saiba mai

Veja Também:

CONHEÇA LERION!
 
Lerion é um TCG (Trading Card Game) nacional. O jogo conta a história de um misterioso planeta bem distante da nossa galáxia, governado por deuses da Luz e das Trevas.
 
Cada booster contem 3 cards
 
Historia do jogo:
 
Parte 1
 
Estudos relatam uma conturbada história de guerra e paz de uma antiga civilização localizada em um planeta muito distante de nossa galáxia. O aparecimento de vida no planeta Lerion envolve muitos mistérios. Estudos antigos indicam que existe vida no planeta há pelo menos 2 milhões de anos. De acordo com os relatos, foi nessa época que ali surgiram 16 deuses de origem desconhecida. Eles regem o mundo de Lerion até hoje e estão divididos em duas legiões: a da Luz, formada por onze deuses, e a das Trevas, composta por cinco deuses. No mesmo período em que surgiram as divindades, o planeta começou a ser habitado por inúmeras tribos. Os mais antigos e sábios habitantes das tribos de Lerion acreditam que os deuses são entidades que viajam pelo Universo à procura de mundos desabitados para semearem a vida e reinarem sobre a sua criação. Há inúmeras hipóteses que explicam a presença dos deuses em Lerion, mas os habitantes preferem acreditar que as entidades são criadoras da vida em todo o planeta. Seguindo essa crença, eles prezam pelo respeito e contemplação das divindades. Antigas lendas relacionam a evolução da vida em Lerion à chegada dos deuses. As entidades teriam semeado a vida por todos os cantos do planeta, dando forma humana a seus filhos, os membros das tribos lerianas.
 
Outra história contada pelos anciões se refere ao exílio de alguns seres assustadores. À época da criação da vida, demônios e monstros grotescos teriam sido gerados pela vontade dos cinco Deuses da Escuridão. Os 11 deuses representantes da Luz alegaram que essas aberrações jamais poderiam viver entre os lerianos comuns. Assim sendo, concordaram em ceder um lugar aos cinco representantes da Escuridão, onde seus filhos abomináveis pudessem viver, para que assim prevalecesse a paz entre todas as tribos. Esses foram exilados nos confins do grande continente Negro.Foi criada então uma Regra Sagrada: nenhuma das criaturas poderia ultrapassar a fronteira para o continente Leriano. Depois de algumas centenas de anos luz da criação dos primeiros lerianos, houve então uma nova intervenção de todos os deuses. Eles apareceram em suas reais formas para alguns escolhidos, com o objetivo de lhes revelar o mundo em que viveriam - as leis sagradas que regeriam todos os habitantes. Os escolhidos pelos deuses espalharam seus ensinamentos fundando as primeiras ordens sagradas: os Templos de Adoração dos deuses, com leis e regras que deveriam ser respeitadas pelos seus seguidores. Centenas de anos luz mais tarde, Lerion havia se tornado um mundo repleto de grandes cidades e povoados, cada qual com sua economia, crença e exército próprio. Mas grandes transformações fizeram com que um mundo inicialmente pacífico se tornasse o berço de uma guerra sem precedentes, gerada pela ganância de poder e principalmente de terras e riquezas que essas guardavam. Importantes fatos e acontecimentos ao longo do tempo contribuíram para o início dos grandes confrontos.
 
Tudo começou quando um exército de Karnakianos, seguidores dos Deuses da Escuridão causou a destruição das sagradas construções dos Deuses da Luz localizadas no Deserto de Halzan. Instigados pela riqueza oculta sob os templos da Luz, os Karnakianos estavam à procura de veios do mineral Lerinium. No intuito de dar apoio aos mineradores de Lerinium, os Karnakianos de Lerion fundaram Vazak, a primeira capital Karnakiana, localizada no coração dos Desfiladeiros da Morte. Para fortificar o avanço Karnakiano sobre o Deserto de Halzan, grandes castelos também foram construídos em meio aos abismos e as intermináveis cavernas da região. Na corrida por tanta riqueza de outros Karnakianos também nômades, ergueram novas construções na região nos desfiladeiros, originando a “Cidade Nômade”, o segundo povoado nessa área. Deu-se início ao que ficaria conhecido como Reino Negro.
 
Preocupados com o avanço do Reino Negro e de suas legiões, o conselho da Luz e os principais regentes das grandes cidades e reinos do continente Leriano iniciaram a construção de uma gigantesca muralha, que aumentaria as defesas da fronteira entre o continente Leriano e o Negro. Medindo 20 metros de altura e com 75 quilômetros de extensão, o muro maciço começou a ser construído com os minerais mais resistentes de Lerion, o Lerinium, do Deserto de Halzan, e o Cristal de Orezon, das Colinas de Cristal. No lado leriano da fronteira, fundou-se a Cidade Muralha, com a união de várias tribos de guerreiros que cuidariam das defesas da construção. Em todo o planeta, surgiram rumores sobre uma nova aliança entre as legiões do continente Negro com o objetivo de atacar a continente Leriano. E logo aconteceu o previsto: a Muralha Leriana sofreu o primeiro ataque por parte da legião das Trevas. Centenas de guerreiros Karnakianos, entre outros combatentes, avançaram contra a fronteira. Legiões de guerreiros, criaturas e gigantes também lançaram-se no oceano com gigantescas embarcações na intenção de invadir a costa leriana. Por toda parte criaturas voadoras vindas do continente Negro atacaram vilas, cidades e povoados lerianos, sempre ao anoitecer. O conselho da Luz convocou um exército de guerreiros e magos, vindos de todas as partes de Lerion, para proteger a Muralha Leriana.
 
Uma fantástica batalha entre a Luz e as Trevas acaba de começar.
 
Parte 2
 
Após a guerra entre os Karnakianos e Halzanianos na grande fronteira, que acabou por destruir a grande muralha Leriana, uma nova batalha esta por vir. Legiões de Vergonianos, filhos do Deus do Veneno ""Vergon"", querem destruir as Florestas de Lyrian e diminuir a força de resistência das legiões do continente Leriano. Cientes de que as guerreiras Druidas possuem um poderoso controle sobre a Floresta, e que lá podem ser vulneráveis diante das habilidades destas guerreiras, eles planejam invadir o Povoado das Amazonas e capturar a guerreira sagrada Lysara, levando-a para o Vale Tóxico. Nesta região eles podem ser invencíveis, uma vez que as toxinas deste lugar são altamente perigosas para qualquer ser de outro continente. Guiados pelo guerreiro supremo Viborh e contando ainda com gigantes mutantes e abominações criadas pelos feiticeiros Vergonianos, os répteis precisarão avançar rapidamente para não serem surpreendidos pelos poderes druidas das Florestas de Lyrian.
 
Conseguindo capturar a guerreira Sagrada, eles acreditam que atrairão as amazonas para o continente tóxico, e assim podem destruí-las com facilidade, neutralizando o poder druida que são uma ameaça para o plano de destruição do continente. Mas o que eles não contavam, é que as Lyrianas sabendo sobre o plano de invasão, colocaram todas suas guerreiras e guerreiros em alerta, e se preparam para o inevitável confronto. Lideradas pela guerreira sagrada Lysara, as forças Lyrianas unem se em uma grande frente, para impedir a invasão dos exércitos Vergonianos. Espíritos guardiões e gigantes druidas são invocados para que se unam as forças Lyrianas e aumentem seu poder. Contando com a própria manifestação da mãe natureza, as Lyrianas acreditam que ao lado do poder de sua Deusa, conseguirão impedir que seu território e lar seja infestado pelo veneno de seus inimigos.
 
E então, quem vencerá esta nova batalha? Prepare-se para o confronto!!!